31 de janeiro de 2011

Para fechar os olhos e ouvir, mesmo assim, sem imagens...

Sem comentários: